domingo, 7 de março de 2010

Cuidado com o que você quer





Tudo ainda é pouco. Ela precisa de um pouquinho mais. Só um bocadinho. Um pecadinho que seja. Um pedacinho de aventura. Um jogo de esconde-esconde. Um dia de sol. Uma tarde vazia. Uma noite completa. Um par de olhos fitando os seus. Um par de pernas se enroscando às suas. O que ela quer mesmo é vento no rosto e um sopro suave de brisa no fim de tudo, além de um pai, um amor, uma paixão, um amigo e depois de amanhã, um filho. Será que é pedir muito?


Nas letras: "Sou tão misteriosa que não me entendo" Clarisse Lispector.



3 comentários:

  1. amei a ideia do blog.
    atualiza sempre, pra ameninar a saudade, e porque tuas linhas fazem com que nos encontremos, naquela esquina dos devaneios.

    beijo saudoso.

    ResponderExcluir
  2. caramba, Tyara... que coisa linda vc escreveu ai!!!

    ResponderExcluir
  3. Uaaaaaaaaaaaau! Ela quer, ela pode! Tudo!

    ResponderExcluir