quinta-feira, 4 de março de 2010

Não vá se perder por aí




O caminho das lembranças continua fácil. Seduzida por essa facilidade, ela se deixa levar. Nele, habitam músicas, vozes de pessoas amadas e das apaixonantes, piadas cotidianas, cheiros, sabores, paisagens e uma luz, será a do fim do túnel? Ela não sabe. Ela só sabe sentir, andar, chorar, sofrer e sorrir. Talvez daqui há alguns quilômetros esse caminho não seja tão fácil de encontrar. Previsão difícil de se concretizar para quem nasceu com a sina de sentir saudades.


No som, os Doces Bárbaros: "Agora não pergunto mais aonde vai a estrada"



Nenhum comentário:

Postar um comentário